Carlos Aragao

Rookie - 17 Points (10-17-1959 / Brazil)

Lua...


'Meu poema favorito,
E aquele que nunca escrevi...
Falava de saudades, e vidas nada mais que sonhadas...
Falava de amores e beijos intermináveis.

Era uma ode ao não vivido,
Um grito do sofrido,
Um choro de não vida,
Uma poesia jamais compartida...

Era uma musica sem nexo,
Uma frase contida,
Um toque interminável,
Uma sem cura ferida.

No final somos apenas dois,
(A lua me acompanha)
Essa luz em que somos únicos,
Onde quer que seja.

Onde nos encontramos,
Entre vidas e sonhos...
Uma lua amarga,
(algumas vezes, somente as vezes...)
Uma lua de prata.

Que em sonhos nos exalta,
O ultimo encontro,
O destino final,
E tudo que nos falta...

Somos o que somos,
Uma praia perdida,
Um farol em alto mar,
Um eterno ponto de partida.

Somos o que somos,
Uma lua promiscua,
Uma ânsia de poder...
Uma viajem por fazer....

Somos mais que nada o toque,
Este momento de prazer,
Um colo necessário,
Em cada entardecer...

E somos a luz,
A flor e a saudade,
Daquilo que podia ser...

Somos o momento de paz,
Que sobrevive a ilusão,
Entre a dor e a paixão.

Somos um momento inexplicável,
Uma saudade eterna,
Daquele toque memorável...

Somos saudade e solidão,
Temperados com paixão,
Uma existência com sabor,
Um beijo com fervor...

Uma lua apaixonada,
Duas vidas desencontradas,
Uma certeza de querer,
Uma lua de prazer.'

Submitted: Wednesday, August 28, 2013
Edited: Thursday, August 29, 2013

Form:


Do you like this poem?
0 person liked.
0 person did not like.

Read this poem in other languages

This poem has not been translated into any other language yet.

I would like to translate this poem »

word flags

What do you think this poem is about?

Comments about this poem (Lua... by Carlos Aragao )

Enter the verification code :

There is no comment submitted by members..

Trending Poets

Trending Poems

  1. Still I Rise, Maya Angelou
  2. The Road Not Taken, Robert Frost
  3. If, Rudyard Kipling
  4. If You Forget Me, Pablo Neruda
  5. Phenomenal Woman, Maya Angelou
  6. Daffodils, William Wordsworth
  7. I Know Why The Caged Bird Sings, Maya Angelou
  8. Fire and Ice, Robert Frost
  9. Dreams, Langston Hughes
  10. Stopping by Woods on a Snowy Evening, Robert Frost

Poem of the Day

poet Dante Gabriel Rossetti

Your hands lie open in the long fresh grass, --
The finger-points look through like rosy blooms:
Your eyes smile peace. The pasture gleams and glooms
...... Read complete »

   

New Poems

  1. A Ball of Rugs, Hannington Mumo
  2. Behold, O God!, William Browne
  3. Breakfast, Near A Window, Susan Lacovara
  4. The Shed, Susan Lacovara
  5. Rich and Scared, Poor and Safe!, Charles Jagongo
  6. Love Note 14, Michael P. McParland
  7. My Only Angel 2, Michael P. McParland
  8. Modi Saheb, Bijay Kant Dubey
  9. Inspiration Is Dead In Me, Bijay Kant Dubey
  10. Brothers, Raymond A. Foss
[Hata Bildir]