Members Who Read Most Number Of Poems

Live Scores

Click here to see the rest of the list

(10-17-1959 / Brazil)

What do you think this poem is about?

For Example: love, art, fashion, friendship and etc.

Confissão.

Não te conheço,
E já te amo desde sempre...
Não passas de uma mentira,
E assim mesmo te creio...

E já não posso,
Por meu deus,
Te dar meu perdão.

Me encontrei,
Nesta dimensão do nada,
Entre você e o que sou,

Me perdi entre sonhos,
E a realidade do que não eres,
Do que jamais serás...

Me perdi, num sonho do que podia ter sido,
Entre a realidade do que fostes,
E a mentira do que eres...

Mas sigo negando, desde sempre,
Este amor que te tenho,
Cheio de dor, fatalidade e saudade,
Por mim, por você, e quem mais for...

Porque negar a mim mesmo,
A felicidade,
E nada mais que pura rotina,

Porque a felicidade para mim,
E um prazer que não permito,
Um fruto proibido,
Um jogo de pura sorte.

Mas sigo eventualmente,
Te amando,
E te pedindo dia após dia,
Que me perdoes por tudo aquilo que nao fomos,

Pela vida que não tivemos,
Pela alegria que nos negamos,
Pelo toque que não aconteceu,
E o beijo que nos condenou.

Submitted: Thursday, February 14, 2008
Edited: Sunday, May 05, 2013


Read this poem in other languages

This poem has not been translated into any other language yet.

I would like to translate this poem »

word flags

What do you think this poem is about?

Comments about this poem (Desejo by Carlos Aragao )

Enter the verification code :

There is no comment submitted by members..
[Hata Bildir]