Artur Azevedo

(7 July 1855 - 22 October 1908 / Maranhão)

Poems of Artur Azevedo

1. À Minha Noiva 6/4/2012
2. Arrufos 6/4/2012
3. Desengano 6/4/2012
4. Eterna Dor 6/4/2012
5. Impressões de Teatro 6/4/2012
6. Milagre 6/4/2012
7. Miserável 6/4/2012
8. Musa Infeliz 6/4/2012
9. O Relógio 6/4/2012
10. Por Decoro 6/4/2012
11. Que Horror 6/4/2012
12. Soneto 6/4/2012
13. Sorte 6/4/2012
14. Uma Observaçao 6/4/2012
15. Uma Valsa 6/4/2012
16. Velha Anedota 6/4/2012
[Hata Bildir]