Antônio Gonçalves Dias

(10 August 1823 - 3 November 1864 / Caxias)

Antônio Gonçalves Dias Poems

1. Ainda uma vez — Adeus 1/1/2004
2. Minha Terra! 1/1/2004
3. I-Juca Pirama 1/1/2004
4. Seus olhos 1/1/2004
5. The Song Of Exile 4/16/2010
6. Soneto 1/1/2004
7. O Soldado Espanhol 1/1/2004

Ainda uma vez — Adeus

I

Enfim te vejo! — enfim posso,
Curvado a teus pés, dizer-te,
Que não cessei de querer-te,
Pesar de quanto sofri.
Muito penei! Cruas ânsias,
Dos teus olhos afastado,
Houveram-me acabrunhado

[Hata Bildir]