Antônio Gonçalves Dias

(10 August 1823 - 3 November 1864 / Caxias)

Poems of Antônio Gonçalves Dias

1. Ainda uma vez — Adeus 1/1/2004
2. I-Juca Pirama 1/1/2004
3. Minha Terra! 1/1/2004
4. O Soldado Espanhol 1/1/2004
5. Seus olhos 1/1/2004
6. Soneto 1/1/2004
7. The Song Of Exile 4/16/2010

O Soldado Espanhol

I

O céu era azul, tão meigo e tão brando,
E a terra era a noiva que bem se arreava
Que a mente exultava, mais longe escutando
O mar a quebrar-se na praia arenosa.

O céu era azul, e na cor semelhava
Vestido sem nódoa de pura donzela;

[Hata Bildir]